domingo, 21 de fevereiro de 2016

Resenha: Para todos os garotos que já amei



Título:  Para todos os garotos que já amei 
Autor (a)Jenny Han
Páginas: 320
Ano: 2015
Classificação: 4/5

Sinopse:
Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

Lara Jean é a irmã do meio de três irmãs, e, elas acabam sendo bem unidas – dentro do possível – para ajudar o pai com casa, já que sua mãe morreu. Margot, ela e Kitty são bem conformadas com essa situação, estando sempre ajudando umas as outras. Tudo está bem até Margot, a irmã mais velha, ir para faculdade na Escócia. No entanto, após sua partida alguém encontra as cartas que Lara Jean escreveu para cada garoto que ela já gostou, entre eles está o ex-namorado de Margot, e as envia para cada um deles.

A estrutura da história é simples, mas muito bem desenvolvida. Divertido e fofo de uma maneira mais impressionante que o esperado. Para todos os garotos que já amei detém de uma trama que leva o leitor a se apaixonar por cada personagem, mostrando a realidade de uma adolescente que se vê em uma situação bem complicada depois que suas cartas são enviadas misteriosamente.

A construção do romance é bem simples, mas detém dos encaixes corretos para grudar o leitor em cada página. Não direi que é o melhor livro que li ultimamente, mas é uma indicação maravilhosa que por algum motivo me lembrou dos dramas asiáticos –  e isso nada tem haver com o fato de a personagem ser descendente de coreano.

Os personagens principais são bem interessantes. Lara Jean é uma adolescente que acha que foi apaixonada pelo ex da irmã, que tem muito haver com ela, principalmente, nos gostos. A transição de seus sentimentos vai ocorrendo de maneira gradual, o que foi o que mais gostei. Porque isso começa a ser notado, mas nada muito nítido já que a história se passa em primeira pessoa. Não obstante, ela não foi à personagem que mais me agradou.

Os personagens secundários estão muito presentes em todo o desenvolvimento da história, o que nos permite conhecer melhor o cenário. Assim como, os sentimentos de cada um é muito bem posto.


O livro segue um ritmo bem simples e fluido, então dar mais informação significa liberar muito spoiler. Então, o conselho que posso dar é para ler o livro, pois Jenny Han fez um trabalho maravilhoso trabalhando com os sentimentos adolescentes e seus dramas da melhor maneira possível.
Blog Widget by LinkWithin
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Já estava com vontade de ler, mais acho que só posso fazer isso agora depois desta resenha :*

    https://a-cacheada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Está na minha lista de livros para esse ano e não vejo a hora de ler. Parece muito legal. Adorei a resenha!
    http://sabeoinverno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler esse livro, mas tenho tantos na frente que ta difícil hahahah
    http://www.conversadecloset.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Cada vez mais vejo esse livro circulando pela internet, e agora sua resenha, estou realmente curiosa agora para ler ele. Haha'
    http://sejaamavel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Screepeer - 2015. Todos os direitos reservados.
Design Por: Jordânia Queiroz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo