domingo, 20 de dezembro de 2015

Amar você

amar

É como aquelas viagens em que o destino nunca aparenta se aproximar. Assim é amar você! Ser arrebata pelo tempo e observar as lembranças ficando cada vez mais distantes.
Há tantas coisas boas acontecendo e eu só desejando que estivéssemos bem. Há um mundo inteiro para ser explorado e fico aqui desejando desvendar o seu.
Implorando para que tente entender. Implorando para que não me odeie em silêncio. Afinal, é uma luta constante permanecer perto de você e mesmo assim não me vejo em outro lugar.
Por vezes sonho em viver um grande amor. Fazer da minha vida toda a alegria sonhada. Tentando enxergar outro alguém com um toque de carinho. Mas, a complicação começa quando esse carinho nunca evolui para algo concreto.
Eu não acreditava em reais vilões sentimentais até você aparecer. Eu mal acreditava em amor até estar perto do seu sorriso. Não obstante, foi por gostar tanto de você que resolvi me conter. Afinal, nunca consegui explicar muito que sentimento é esse que me faz perder toda a compostura que lutei tanto para alcançar.
Depois de tanto tempo não sei como poderia agir. O tempo passou e ambos mudamos. Mudamos na essência. Hoje, há mais feridas e correria. Hoje, nossos caminhos tomam rumos cada vez mais distantes e ainda assim escrevo sobre o nós.
Amar você é único pesadelo da qual não tenho tanta disposição para abandonar. Isso me assusta e me corrói, pois as pessoas surgem no caminho e não posso fazer muito além de deixá-las. Tento olhar para trás, mas há uma força devoradora que me faz voltar até o seu olhar.
Saber que é amor é assustador, afinal depois de tanto tempo esqueci como amar outra pessoa. Sinto muito por ser fraca, mas os demais caminhos parecem me matar ainda mais. 
Sei que é de uma cruel dificuldade admitir que seja complicado ficarmos juntos. Talvez, você continue a seguir o seu caminho e eu aprenda a seguir o meu. Não obstante, primeiro tenho apreender a viver sem desejar a estar sempre com você. Afinal se eu não apreender a sorrir por mim mesma ninguém o fará.
Blog Widget by LinkWithin
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. Me identifiquei :)

    http://agarotasecreta14.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Cara, muito eu HAHAHA...
    Textinho muito lindo, Agatha

    http://comum-dois.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ha, já sigo seu blog faz um tempo. Estou com um novinho, se poder me dar uma força lá seria otimo ^^

    ResponderExcluir
  4. lindo texto e super concordo com a frase final e minha preferida, se você não sorrir por você mesmo, que o fará lindoooooo

    Bjuuu
    http://www.blogjumedeiros.com/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, amei o texto. E me identifiquei bastante com uma fase da vida , mas que já passou hehehhee. Também sou dessas, que acho mais fácil escrever sobre o amor doido, abandonado, que se foi, que está indo. Por algum motivo, raramente consigo escrever sobre o amor que vivo em paz :3
    Beijooooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, acho difícil escrever sobre o amor que não me faz mal kkkk

      Excluir
  6. Nossa, amei o texto. E me identifiquei bastante com uma fase da vida , mas que já passou hehehhee. Também sou dessas, que acho mais fácil escrever sobre o amor doido, abandonado, que se foi, que está indo. Por algum motivo, raramente consigo escrever sobre o amor que vivo em paz :3
    Beijooooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Screepeer - 2015. Todos os direitos reservados.
Design Por: Jordânia Queiroz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo