domingo, 11 de outubro de 2015

Resenha: Doctor Who - O Prisioneiro dos Daleks

Doctor Who
Doctor Who
Título: Doctor Who - O Prisioneiro dos Daleks
Autor: Trevor Baxendale
Editora: Suma de Letras 
Páginas: 208 
Ano: 2015 

Sinopse: 

O Império Dalek não para de se expandir, e batalhas eclodem em vários sistemas solares. Quando o futuro da galáxia está em jogo, o Doutor se vê a bordo de uma nave próxima à linha de frente, junto a um implacável grupo de caçadores de recompensas. O Comando da Terra paga a eles por cada Dalek morto, por cada olho entregue como prova. Mas, com a ajuda do Doutor, os caçadores conseguem algo de valor inestimável - um Dalek inteiro, vivo, com os sistemas desarmados e pronto para ser interrogado. No entanto, com os Daleks nada é o que parece e ninguém está a salvo. Quando o jogo virar, como o Doutor sobreviverá ao se tornar prisioneiro de seu maior inimigo?


David Tennant é um dos atores que mais gostei como doutor, talvez porque seja o segundo que vi. Depois dele que passei a conhecer desde o primeiro direitinho. Não obstante, ele ainda é o meu favorito, apesar de gostar de cada um por suas peculiaridade, e, no fim ser sempre o mesmo de alguma maneira. 
O 10º Doctor é aquele tipo de cara que, enquanto tem alguém para despertar o seu melhor lado ele é uma ótima pessoa, mas quando não, essa imagem fica meio deturbada. O doutor que não dá segundas chances. 
Essa imagem deturbada pode ser percebida logo no final das temporadas com ele, quando ele já aparenta cansado e até estressado. Não é para menos, com a bagagem do cara. 

Doctor who resenha

Em O Prisioneiro dos Daleks, ele se vê em um cenário em que, mais uma vez, a Tardis pirou e o levou para um lugar estranho. Em uma época em ele está viajando sozinho e ainda tem muita coisa para acontecer na série. 
Ele vai parar em um tipo de planeta abandonado em uma linha temporal em que os Daleks ainda não haviam descoberto a viagem no tempo. Tradução, a Guerra dos Senhores do tempo contra os Daleks ainda não haviam ocorrido. Esse tipo de paradoxo é quase impossível de ocorrer, porém ali está ele. 
Após ficar preso por uma armadilha no lugar abandonado, até então, ele é resgatado por caçadores de Daleks para Alto Comando da Terra. Estes que acabam sequestrando um Dalek, e, a partir daí a estória começa a se desenvolver. 
Ler o livro é como assistir um episódio da série com o 10º Doutor. Claro que, o cenário deste livro é bem mais sério, tal como algumas questões colocadas por ele. Tudo parece estar naquela tensão que se podia encontrar no período em que o doutor andava sozinho. 
Durante a trama vai tanta coisa acontecendo que ele se vê cada vez mais em um cenário em que ser um senhor do tempo não é o suficiente. Um cenário em que uma piada ou invenção maluca não o irá ajudar. Agora, como lidar?  
É um livro que indico para os fãs da séries ou para quem está começando a assistir. Afinal, para se entender é preciso compreender um pouco do cenário da série.  
“O Prisioneiro dos Daleks”  consegue adentrar bem em questões sérias e na visão que só o 10º consegue passar. A leitura é fluída e me fez ler tão rápido que quando acabei fiquei querendo por mais, e, com saudades do David Tennant. 


Doctor Who O prisioneiro dos Daleks


Não conhece Doctor Who? Clique aqui!
Ama Doctor Who? Clique aqui!

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Obs: Amores, espero que tenham gostado da resenha e gostaria de convidar a galera que tem blog de entretenimento para participar do grupo de interação e divulgação no Facebook que é para blogueiros que curtem falar sobre isso e postar sobre: Blogs de Entretenimento.
Beijinhos Screepeer
Blog Widget by LinkWithin
Comentários
15 Comentários

15 comentários:

  1. Oi
    Parece ser um livro interessante, nunca assisti Doctor Who, mais algum dia eu vou assistir
    pois parece ser bem legal e que bom que gostou da leitura.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha do livro e fiquei doida para ler também.

    Beijos
    http://pimentasdeacucar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Também quero assistir DW um dia. Acho muito incrível quando uma série vai além das telas em livros ou HQ por exemplo. Ótima resenha ;D
    boa semana ^^

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  4. Oi Ágatha!
    Gostei bastante da sua resenha, quero muito assistir a série e ler os livros.
    Beijos.

    http://imperfeitaas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Agatha.
    Como adoro Doctor Who, esse livro está entre os meus desejados. Com sua resenha, fiquei ainda mais ansioso para lê-lo.
    Bem interessante esse paradoxo temporal desenvolvido. Quero conferir.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee
      Doctor Who é perfeitooo
      *-* Espero que gostee
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tinha escrito uns trem errado (sou mineira, por isso o "trem"), então tem o livro, e a série ou filme, já ouvir falar contudo nunca tive interesse de assistir e nem ler, mas parece que é uma história bem legal =D

      bjus
      http://acidadeliteraria.blogspot.com.br/

      Excluir
    2. Espero que gosteee
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  7. Oi Lindona,

    Tenho muita vontade de assistir a série... Mas o problema é o tamanho dela! HAHAHAHA Dai fico só na vontade, adorei a resenha. Fiquei ainda mais com vontade de assistir. D:

    Beijos!

    Cintia
    http://theniceage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee
      Acho que iria gostar *-* Vale muito a penaa

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Screepeer - 2015. Todos os direitos reservados.
Design Por: Jordânia Queiroz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo