segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Deixei de existir!

”Deixando
Deixei de existir!

Certa vez, eu me prendi a um sentimento que excluiu quem eu era. Deixei de existir para refletir uma parte do que alguém desejava que eu fosse. Sorri menos e até aprendi a falar mais baixo. Isso porquê eu achava que assim ele me amaria mais. O engraçado é que sempre critiquei quem fazia isso, e, eu mesma resolvi me anular pelo outro. Fora tão rápido. Lembro que, do dia para noite tudo começou a mudar. Eu jurava que tudo só iria melhorar e era minha missão me transformar. Tive a ideia de que se eu realmente o amava precisava abandonar quem eu era. Isso era amor. Isso era o respirar para outra pessoa 
Falava o que ele queria ouvir e acreditava que era o necessário para eu ser feliz. Olhando de onde estou hoje observo irritadíssima o quão submisso foram tais construções. Gritava certos valores, mas perto dele era tudo o que achava que ele queria ver. Moldei cada parte de mim até eu acreditar que, realmente, era assim. 

Precisava ser! Tinha de ser a garota dos seus sonhos. A menina que você dizia ser perfeita para você. Convenci meus amigos de que você era a melhor pessoa do mundo até quando me humilhava perante eles. Mas, não era por mal, mas porque eu realmente acreditava nisso. 

No fim, eu não o culpei, mas a mim mesma por não ser como outra que ele escolhera. Isso sim, era submissão, não amor, mas ilusão. Se passou um ano até eu parar de desejar ser a outra, e, ficar me questionando os motivos de eu não ser perfeita para ele. 
O engraçado é que involuntariamente nesse estranho processo fui reconstruindo quem eu sou. Doeu tanto, pois eu mesma não sabia mais. Foram anos em uma atuação que eu podia em prantos dizer que era real, mas que na verdade, apenas era o que ele queria ver.  
Lembro que em todos os lugares que pisava ficava pensando que eu deveria ser assim ou não, caso o encontrasse. Isso, mesmo que, eu estivesse há milhas de distancia. Precisava me arrumar para ele notar e pensar em uma bela história para o encontrar. Parecer mais forte ou decidida. Fraca ou impotente. Para ver a qual reflexo você mais se afeiçoava.

Me perdi tanto quando se foi, pois por você eu havia deixado de existir. Não havia mais o que lutar a meu favor, pois se me perguntassem o que eu faria, involuntariamente, eu pensava no que você iria achar. 

Não sei se isso fora amor, mas fora, no mínimo uma estranha fixação em fugir de mim. Esta que mal sei explicar, mas que ocorreu de uma maneira que durante o processo eu jurava que nunca iria passar. Não irei dizer que tudo acabou, pois as vezes ainda me levo a pensar na minha porta mal trancada, mas na maioria volto a tentar me construir. 
Se eu pudesse dizer algo ao mundo em relação a isso, eu diria: Nunca deixe de existir por alguém, pois se for amor, isso nem passará por sua cabeça. O tempo passou, e, hoje ao olhar para atrás vi o quanto a gente cresce até quando pensamos que não é mais preciso.
Fora uma fase. Um momento. Uma marca no tempo. Um sentimento que ajudou a moldar quem sou hoje.
Blog Widget by LinkWithin
Comentários
40 Comentários

40 comentários:

  1. Oie,
    nossa que lindo!!!
    Principalmente a última frase.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee
      Muito obrigadaa flor, fico feliz que tenha gostadoo
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  2. Lindo texto, Agatha!
    Você escreve muito bem e passa seus sentimentos para o leitor de uma forma muito natural! Já pensou em escrever algo maior? Acho que você leva jeito :)

    Beijos,
    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitoo obrigadaa florr
      Estou tentando vário projeto em mente. Muito obrigadaa pela dica.
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  3. Nossa, eu já passei por isso na adolescência. O texto até me comoveu porque me lembrou um relacionamento obsessivo pelo qual passei e que pensava ser amor.
    Beijos
    Infinita Feminice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee
      Fico muito feliz que tenha gostado e que significou algo para você. Esses relacionamentos são cruéis e geralmente nos consomem aos poucos.
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  4. Olá! É realmente triste quando pessoas começam a mudar quem são para agradar outra pessoa. É essencial se valorizar e gosta de si mesmo antes de outra pessoa mas, mesmo sabendo disso, às vezes a gente cai na armadilha de querer agradar os outros. Pelo menos essa experiência te ajudou a crescer e amadurecer, pois são com o erros que a gente aprende. Parabéns pelo post! Um beijoo

    http://olivroemquehabito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee
      Com certeza, chega a ser triste. Acho que é pior quando não se usa para apreender, mas acabar sempre tropeçando nisso ;p
      Muito obrigadaa
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  5. Primeira visitinha aqui e amei!! Realmente muito interessante o blog, e sua crônica ficou muito boa, realmente me apaixonei!! Parabéns pelo post! :)
    Se quiser, passa lá no blog, ficarei feliz com a visita, super beijo (estou seguindo hehehe)
    vishamiga.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigadaaa *0*
      Bem vinda flor
      Fico muito feliz que tenha gostadooo
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  6. Oi Ágatha, tudo bem?

    Bem interessante sua postagem. Você escreve muito bem.

    Bjão

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee
      Tudo siim
      Fico muitoo feliz que gosteeeee
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  7. Li e reli. Me identifiquei tanto com seu texto!
    Não vale a pena deixar de existir por alguém...
    Beijos ♡

    http://dearitgirl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownn *0* Fico feliz flor
      Sem duvidass
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  8. Olá! Tudo bem?
    Adorei seu texto, você escreve muito bem! Me identifiquei com a maioria das situações que você descreveu!
    "Fora uma fase. Um momento. Uma marca no tempo. Um sentimento que ajudou a moldar quem sou hoje."
    Beijos!
    http://apenasumaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee
      Tudo siim ;p
      Ownnn *0* Estou muito feliz por ter gostadooo
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  9. Uou. Amei o texto. Já passei por alguns momentos assim, de tentar ser o que não era para agradar o outro. Até que percebi, que quem ama, ama do jeito que for, não pede mudanças. E que o amor próprio e a aceitação é o mais importante. O amor do outro vem. É consequência. Mas as vezes, estamos tão bitoladas com aquele "amor" que não percebemos isso :(
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee
      Sem dúvidas, a questão é o tempo para ver por nós mesmos e cairmos na real. È um processo muito importante
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  10. Parabéns pelo texto linda,adorei muito a forma que você escreveu ele.
    Beijos
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Muito emocionante e gostoso de ler seu texto, parabens!
    Abraço!
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee
      Muito obrigadaa
      Fico muito feliz que tenha gostado
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  12. Texto maravilhoso amei a ultima frase vou colocar na
    mensagem do dia no meu blog e com o seu nome.
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownnn brigadinhaa
      Que honras
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  13. Adoorei o texto, você passa muito bem o sentimento que o protagonista e está vivendo, eu consigo sentir a angústia, a dúvida.
    Infelizmente cada um tem seu jeito de amar, mas amor de verdade, aquele amor da vida inteira a pessoa não quer mudar o outro e sim se apaixona pelo jeitinho que ele é.

    Beijos, Love is Colorful & Sorteio Lentes para Celular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada
      Agradeço pelas observações *o*
      Sem dúvidas
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  14. Acho que tem certas coisas na vida que a gente tem que passar para aprender. Essa é uma delas, pode ser doloroso, mas vale de lição.

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas, sem isso tendemos cada vez mais a cair.
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  15. D= QUE TRISTE :(
    Pior é que sempre aparece alguém que nos "faz fugir de nós mesmos"
    Mas no fim.. realmente não eramos o problema :(
    http://diariodelolivlet.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é kkk é triste e de certa forma real ;p
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  16. Ágatha, eu AMEI! Você faz parte do time de melhores textos que leio nessa enorme blogosfera. Me identifiquei muito, ainda bem que essa fase passou (pra nós duas). Quer ser minha amiga? Me dá um abraço pelamordedeus hahaha.
    Beijos.

    http://imperfeitaas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii
      Ownnn que lindoo
      Muito obrigada flor
      Claro que quero ser sua amigaaa
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  17. Já passei por uma fase assim e realmente, a pior parte é quando você tem que se reconstruir por inteira. Mas são fases que todos temos que passar!

    Beijos,
    http://daniperere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim, acho que é muito importante ;p
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  18. Oi, Agatha! Que texto lindo e verdadeiro.
    Acho que todos, em algum momento, deixamos de lado nossos valores para agradar a alguém, seja um amor, amigo, familiares.

    E isso é muito triste.

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee
      Muito obrigada
      Pois, as vezes acho que isso é quase que humano, mas não é lei ;p
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  19. Ai eu já passei por isso! Achava que só ele poderia ser feliz e que eu deveria ficar ali quetinha sem dar opinião mas eu já me livrei disso como você!
    Amei o texto você colocou todo seu sentimento nele e eu senti como se fosse um desabafo.

    www.descrevendonuvens.com
    www,facebook.com/descrevendonuvens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A melhor parte é a superação, saber que vencemos isso e podemos continuar.
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  20. Oiee.
    Me identifiquei com o texto, entretanto, não com ele completamente, pois a verdade é que fui uma completa idiota em aceitar ser humilhada mesmo que ninguém via ou sentia o que se passava dentro de mim. As dores internas são as piores que podem existir.
    Não me construir ou vive uma ilusão para estar perto dele, mas sabia que ele só queria me usar, mas o sentimento nos atrapalha um ponto, porém, isso me fez crescer e gradeço sempre por ter passado por isso enquanto era mais nova.

    Beijos
    http://www.amorliterariooriginal.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee
      Flor eu já estive em tal situação, acredite, antes de me dar conta me deixei levar por muita coisas. As vezes fico lembrando e pensando o quanto eu poderia ter agido diferente, mas fora uma antiga eu.
      As vezes sobrepomos quem somos pelo outro, infelizmente as vezes nos perdemos nisso. Mas, o que importa é que sobrevivemos para enfrentar ou outra situação assim ou para cairmos de novo e sabermos como nos levantar ;p
      Muito obrigada pela visita
      Beijinhos Screepeer

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Screepeer - 2015. Todos os direitos reservados.
Design Por: Jordânia Queiroz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo