quarta-feira, 15 de julho de 2015

Tentando brilhar!


Em meio a imensidão somos pequenas estrelas tentando brilhar, apenas para sermos vistos e considerados algo de importante na imensidão. Nunca seremos o suficiente, mas ainda sim lutamos por isso, apenas para talvez vermos sentido em nossa existência.  
Em meio a milhares de vidas amontoadas buscamos o que está dentro de nós mesmos para nos sentirmos mais autônomos em um mundo tão igual. É só ao observar o vazio que tememos que ele, também, esteja além das estrelas. Medo de que essas estejam tão perdidas quando nós.  
Não sabemos quem somos ou para que motivo caminhamos, mas tentamos acreditar cada um a sua maneira que é por um algo a mais. Caso contrário não parece fazer sentido e precisamos de um sentido para nos sentirmos um pouco melhor.  
 É  confuso e um pouco triste admitir tudo isso. É confuso levantar e pensar que em segundos podemos desaparecer por completo até da mente de quem nos conhece. Talvez seja por isso que há tantas pessoas buscando fama para durarem mais na eternidade de algumas pessoas.   
Penso que, talvez, seja por isso que assistimos, lemos e buscamos milhares de outras vidas para suprir nosso humilde caminhar. Para nos sentirmos mais experientes e parte de algo diversas vezes.  
No fim, só não queremos ser poeira das estrelas. Desejamos sermos mais, buscamos por isso para nos sentimos melhores do que podemos imaginar. Tememos estarmos sozinhos e ao mesmo tempo inferiores se estivermos acompanhados, não obstante a ideia de inferioridade parece mais aceitável do que a solidão.  
Dessa fugimos até quando ligamos a TV, fugimos quando estudamos as estrelas em busca de um algo a mais, fugimos quando imaginamos estarmos com outras pessoas, pois precisamos fazer parte, pois o vazio é mais do que podemos suportar. O vazio é o sentimento mais barulhento que se tem conhecimento e precisamos cada vez de mais para acalmá-lo.  
Observe a sua volta por meio de musicas e filmes, observe o quanto se tenta buscar sentido para não nos sentirmos vazios e sozinhos, pois esse parece ser o medo do século ou talvez da eternidade. Olhe nos olhos das pessoas, estas que mesmo de mãos dadas aparentam estar cada vez mais solitárias em um mundo cada vez mais cheio de vida.  
O que é um sorriso em meio a milhares de vida? Ou melhor o que é um sorriso real em meio a milhares de sorrisos artificiais? Não culpe o outro por não conseguir lhe transmitir tanta realidade em um sorriso, isso é mais difícil do que se pode admitir.Pois no fim, "somos todos estrelas perdidas tentando iluminar a escuridão*":  



*Frase traduzida da música Lost Stars - Adam Levine
Blog Widget by LinkWithin
Comentários
15 Comentários

15 comentários:

  1. Que texto lindo, quase chorei :)
    Quanta emoção em poucas palavras.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostadoo ;p
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  2. Acho que é isso mesmo, nunca havia lido algo tão real e sim somos todos estrelas perdidas tentando iluminar a escuridão !!

    http://agarotasecreta14.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Uau, que texto profundo. Eu amei!
    Tudo que você falou é verdade!
    Gostei da música, vou até olhar a tradução!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
  4. Ai amo textos assim. E esse esta tao lindo. Você escreve super bem <3 E eu super amei. A música só complementou tudo ^_^

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ágatha! Tudo bem? Nossa, amei o texto! Gostei bastante da analogia que você usou entre nós e as estrelas. Concordo com tudo o que você escreveu! *-* Parabéns pelo texto maravilhoso! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Excelente texto! Queria conseguir me expressar tão lindamente!
    Parabéns!
    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  7. Caramba que texto maravilhoso, até me arrepiei. Esses dias descobri esse site http://htwins.net/scale2/ que mostra como pequenos somos comparados ao nosso mundo e até mesmo ao universo. Somos todos tão insignificantes e todos buscando um sentindo e buscando ser importante para o mundo.
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoreii o site *0* Brigadinha por me mandar ;p
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  8. Texto muito lindo. Só posso dizer isso, texto lindo demais.

    devoradores2livros.blogspot.com.br

    Um xero.

    ResponderExcluir
  9. Oii! Que texto lindo !!! *-------*
    Adorei ♥
    Beijos, seguindo.
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Que texto bonito! Eu sempre fico pensando na importância que a gente tem e quanto somos pequenos diante de todo esse universo e adorei ler o que você escrever. A música também tem muito a ver e foi ótimo ler enquanto tocava lost star. <333

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee
      Que bom que gostouu ;p
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  11. Muito bonito... e tudo isso foi baseado na música do Adam Levine?
    Você escreve muito bem, parabéns!

    Beijos,
    Andréia
    petitandy.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownn brigadinhaaa ;p
      Volte sempree
      Beijinhos Screepeer

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Screepeer - 2015. Todos os direitos reservados.
Design Por: Jordânia Queiroz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo