sábado, 16 de agosto de 2014

Resenha: A maldição do tigre


Título Original:  Tiger’s Curse
Autor: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 287
Ano de Publicação: 2013  
A história é muito rica, esta sempre ocorrendo alguma coisa, não é o tipo de livro parado em que nada ocorre por diversas páginas. Confesso que no começo eu estava extremamente irritada com os personagens principais, até então o Ren e a Kelsey. Ele por ser extremamente perfeito, charmoso e clichê. A garota por ser extremamente insegura, com uma baixa autoestima irritante, e passar o livro todo comendo, dormindo e suspirando por Ren.
Isso sinceramente contribuiu para eu não gostar de primeira da história, entretanto com passar das páginas e conhecendo melhor os personagens, entre eles o irmão rebelde de Ren, o Kisham, confesso eu que me apeguei bastante a aventura. Não exatamente pelos tigres, gostei mais pela diversão dos conflitos. Claro que é muito bom imaginar esses caras incríveis, entretanto ainda espero mais deles nos demais livros.
A história é contada em primeira pessoa por Kelsey Hayes, uma garota que acaba de terminar o ensino médio e arranja um emprego em um circo. Neste ela faz um pouco de tudo e acaba se encantando por um tigre branco. A partir daí ela começa a se aproximar do animal, a ler e contar histórias para ele.
Ela é órfã e vive com uma família adotiva que a trata super bem, entretanto Kelsey aparenta se sentir sempre sozinha, o que a aproxima do tigre. Essa aproximação é tão grande que o próprio tigre aparenta sentir carinho pela garota que com confiança chega até a fazer carinho no tigre. Até então isso é extremamente insano, não se sabe que tipo de história irá se formar.
Prestes há acabar seu tempo naquele emprego, um homem aparece no circo querendo comprar o tigre. O Sr.Kadam consegue fazer a compra e convida Kelsey, por causa de sua proximidade com Ren, o tigre, de acompanhá-lo durante a viagem para Índia. Já que precisaria de alguém responsável pelo tigre.
Assim que chega à Índia alguns fatos começam a ocorrer, fazendo-a descobrir que o tal do tigre é um príncipe indiano que foi amaldiçoado há mais 300 anos e ela é a única capaz de quebrar a maldição. Pronta a ajudar nesta jornada, a garota inicia a busca de respostas por uma aventura incrível, entrelaçada a rica cultura indiana.
Demorei a me apegar aos personagens, entretanto quando enxerguei o necessário para conhecê-los melhor, consegui ir à busca da aventura com eles.  Principalmente com o Sr.Kadam, extremamente fofo, atencioso, inteligente, melhor que praticamente todos os personagens do livro.
Sobre a Kelsey, pode até parecer implicância, mas não consegui admirar nenhuma qualidade dela, achei a simplesmente chata, enjoada e louca. O tipo de personagem que parece ter sofrido bullying a vida inteira, simplesmente por existir. Tudo nela, para ela, parecia imperfeito, no mínimo ela é o tipo de personagem que necessita de tratamento profissional para sua baixa autoestima. Há um período no livro que parece que a garota enlouquece e começa a afastar Ren de uma maneira ridícula. Fiquei em duvida da real idade dela, ela o trata muito mal no momento em que eles aparentam estar super bem. Motivo? Ela não se acha boa o suficiente para ele.
Por fim, sobre o Ren e o Kisham os achei perfeitos. No começo detestei Ren, mas com o passar da história ele foi se mostrando mais normal, foi tornando-se menos artificial. Acredito que fiquei com menos raiva dele quando a Kelsey começou a pirar, talvez por pena, entretanto espero nos próximos livros eu defina melhor meus sentimentos pelos tigres.

A história é extremamente recomendável e envolvente. A autora Colleen Houck fez um trabalho genial com uma cultura que antes nunca tive muito contato.


Blog Widget by LinkWithin
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Já li o livro e gostei muito. Obrigada por postar sobre livros porque eu amo ler. Sua resenha ficou ótima. Continue assim. http://carmemoliveiraa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu sou uma das únicas pessoas que já vi que não se identificaram muito com o livro :/ não gostei muito... Mas a capa é tão linda que não dá nem vontade de trocar! ahahah

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Screepeer - 2015. Todos os direitos reservados.
Design Por: Jordânia Queiroz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo