sábado, 16 de agosto de 2014

Critica: As Tartarugas Ninja



Lançamento: 14 de agosto de 2014
Diretor(a): Jonathan Liebesman
Gênero: Ação, Aventura
Duração: 1h40min

Elas voltaram. Depois de alguns filmes e um bom tempo sem nada sobre elas lançado, finalmente Jonathan Liebesman dirigiu uma nova adaptação para as telonas de “As Tartarugas Ninja”, cujo foi produzida por Michael Bay.
Se você não se importa com filmes que possuam um roteiro fraco e personagens piores ainda, é um ótimo filme para se assistir com os amigos e rir muito. As Tartarugas Ninja é uma ótima comédia com bastantes explosões e muito designer gráfico. Tem pouco tempo de duração o que impede de deixar o filme cansativo ao contrário da péssima atuação de Megan Fox. Esta continua sendo um bom símbolo sexual e parece não ultrapassa esta imagem, mesmo após de ser despedida de Transformers, a atriz continua artificial e difícil de aturar com o passar do filme.
April O'Neil - Megan Fox- é uma jornalista com um cargo medíocre , cujo seu maior sonho é conseguir crescer em sua profissão. Quando ela começa a perseguir uma série de roubos que atinge a cidade. Num destes, ela presencia o roubo de uma carga no porto e descobre a presença de um vigilante e após um tempo descobre que há outros três. Cada um com uma particularidade.
O filme deixa várias coisas a desejar, a partes da história que não se conectam e simplesmente são mal contadas, tal como a cena em que April O'Neil tenta explicar para sua chefe sobre uma organização secreta e tartarugas ninjas, mas sem mostrar as fotos principais, entretanto para o vilão da história ela mostra de primeira. Ela perde o emprego e continua a tentar conseguir a reportagem sobre as tartarugas ninjas.  O tema do filme já não é muito bom para colocarem uma atriz péssima e que consegue deixar o enredo pior ainda.
As tartarugas por outro lado são muito boas. Leonardo, Michelangelo, Donatello e Rafael têm uma conexão incrível e a história deles, o comportamento, as ideias são perfeitas. As cenas com eles são as melhores e mais engraçadas. Principalmente, quando estão sozinhos ou com seu mestre. Os flashbacks da infância desses são muito interessantes e tem certa conexão com o final do filme, o que torna tudo muito melhor.

Os únicos personagens realmente bons são as tartarugas, pois todos os seres humanos são práticos e nem um pouco multidimensionais. O vilão é chato, a personagem principal é mais chata ainda e ponto. Não há mais nada, além disso, nesses.

Trailer:



Blog Widget by LinkWithin
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Simplesmente adoro as Tartarugas Ninjas desde criança, que bom que vai ter um filme. As tartarugas Ninjas são engraçadas, divertidas e botam pra quebrar na ação. Estou muito entusiasmada! http://carmemoliveiraa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei o filme *----------* perfeito .

    ResponderExcluir
  3. Assisti o filme e não achei ruim, pelo contrário me diverti muito com as tartarugas e as aventuras que ela enfrentam. A falha de mostrar as fotos principais pro vilão e não mostrar pra equipe do jornal foi mesmo uma pena. Aquele amigo jornalista dela só pensava em uma coisa, ficou muito alienado o personagem. Os efeitos do filme me agradaram e muito, principalmente o 3D, já que ultimamente os filmes que assisti em 3D usam o efeito durante 5 minutos e acaba, nesse foi o contrário e eu adorei.

    http://recantodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Screepeer - 2015. Todos os direitos reservados.
Design Por: Jordânia Queiroz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo