sábado, 21 de junho de 2014

Vidas no metrô


Alguma vez já parou para observar que: mesmo quando nada está acontecendo, tudo está? Mesmo quando houver silêncio, haverá barulho. Mesmo que esse seja em nossas cabeças. Quando o dia parece monótono demais, ainda há árvores discutindo com o vento, pés pisando na grama, livros sendo folheados e sistemas atuando em nosso corpo.
Nunca, realmente, o “nada” acontece. Esse é apenas nosso modo de dizer que: nada que eu gostaria que ocorresse, em específico, está ocorrendo. Visto que se não houvesse o “ em específico”, voltaríamos ao dilema inicial de que tudo está acontecendo, afinal, não gostaríamos de estar respirando? Ora esbanjando saúde?
De qualquer maneira, assim é o ser humano. Sempre buscando o algo mais, que lhe é conveniente. O básico depois de conquistado é apenas o mínimo que achamos que devemos ter e ponto. Cujo, só damos o devido valor ao perdemos o tal.
Isso faz-nos esquecer de valorizar o caminho em vez da chegada, afinal, depois da chegada não se comemorará para sempre. Apenas, buscaremos sonhos maiores, nos esquecendo dos alcançados. Ora valorizando apenas o futuro, deixando o presente cair no “nada”.
A tempestade do presente, em meio ao “nada” é apenas para esquecermos-nos do essencial: o tudo que temos hoje. É extremamente difícil, em meio a uma luta de sentimentos, nesses não pensarmos. Mas, quando isso alcançamos, limpando nossa mente, o tudo no nada alcançamos.


Blog Widget by LinkWithin
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Adorei o texto muito lindo :D
    seguindo Beijos!
    http://charming-pink.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Brigadinha flor *--*
    Beijinhos Screepeer

    ResponderExcluir
  3. Oi Ágtha, tudo bem?
    É a mais pura verdade tudo o que você falou, além do texto em si ser lindo. As vezes estamos tão confinados em nós mesmos que nem olhamos ao redor.
    Beijos.
    http://penacomtinta.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Screepeer - 2015. Todos os direitos reservados.
Design Por: Jordânia Queiroz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo