sábado, 1 de fevereiro de 2014

Quase sem forças


Existem momentos na vida que gostaria de compreender o porquê de algumas pessoas serem tão sádicas. Elas te enxergam chorando e mesmo assim, sentem o prazer em te cutucar. Por mais que tente fugir, sempre vai encontrar alguém para fazer pior com você.
Ás vezes não pedimos nada, além do silencio, só queremos superar nossas derrotas com um sorriso no rosto. Mas, parece que você não perdeu simplesmente para um inimigo e sim para vários que insistem em rir e brincar com o sentimento alheio.
Os inimigos te olham e riem, riem como nunca riram antes e cospem em você todo o muco de podridão existente em suas almas. E depois que ás lágrimas rolam, você se pergunta o que fez para merecer isso.

Por que estão me chutando na escuridão? Por quê estão tentando arrancar toda força que não tenho mais? Esta doendo... Pare!

 Vamos ser sinceros eles não param. Não param, pois a satisfação de nos ver sangrando não é o suficiente. Mesmo no primeiro dia do ano, a dor já veio bater na porta. Ela a espancou até derrubá-la e quando entrou você “quase” não suportou.
É sempre assim, nós “quase” não suportamos. Mas, ainda assim estamos respirando, mesmo que não haja muitos motivos para isso, ainda respiramos. Afinal nossos pulmões parecem querer colaborar com nossa humilhação nos deixando vivos para suportar tudo isso.

Alguém me entenda? Alguém olhe para mim? Alguém me dê à mão?

Mas continuam te chutando no escuro. Continuam arrancando suas forças e te deixando “quase” sem forças.
Lembrem-se nós estamos “quase” sem forças. Vamos sorrir, pois o “quase” esta na frase. Você esta viva, seu coração despedaçado ainda bate, mesmo que  devagarzinho ele esta batendo. Use o seu “quase” para se levantar e encarar os inimigos. Afinal é no chão que eles querem te ver.
A vida é uma batalha, e existem milhares de inimigos por aí. Você realmente acredita que o seu “quase” não vale nada. Tente usá-lo uma vez, e outra, e outra de novo, e enquanto o “quase” existir, até ele se tornar muito maior. Afinal nada é para sempre, nada nunca durou para sempre, para se afirmar o “para sempre”. Então sorria, pois sua dor não é para sempre. É só mais muro em cima de você. Um muro que com seu “quase” você consegue derrubar.

Essa é a tal da vida. Ela não é fácil, é apenas uma prova para os que respiram. Uma prova, e não se passa em uma prova sem um árduo esforço. Mas, o final é sempre gratificante.
Blog Widget by LinkWithin
Comentários
11 Comentários

11 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. as vezes eu me faço essas mesmas perguntas,tem muitas coisas que eu não compreendo e fico tentando achar as resposta e quando penso que sim que vai dar certo eu me vejo no fundo de novo.
    Emily Jacky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu compreendo, passo por isso o tempo todo. E só desejamos volta ao topo.
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  3. Esse seu texto me deu uma força, sabia??:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Camila, fico muito feliz que eu tenha ajudado de alguma maneira. De verdade, isso é muito importante para mim.
      Beijinhos Screepeer

      Excluir
  4. A vida é assim, existem muitas pessoas maldosas. O melhor que a gente faz é se afastar, e se não for possível, o melhor é tentar ignorar e não demonstrar a nossa tristeza. Muitas vezes é isso que elas querem.
    Blog: Teorema de Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Demonstrar nossa tristeza só acaba dando ao mundo a chance de zombar de nós.
      Beijinhos Screepeer

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Screepeer - 2015. Todos os direitos reservados.
Design Por: Jordânia Queiroz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo